fbpx

Motorola RAZR i, primeiro smartphone com processador intel inside®

Desde o início do ano já sabíamos que a Intel estaria entrando de cabeça com seus processadores no mundo móvel. E foi na CES 2012 que surgiram os primeiros protótipos com o processador  Atom. Mas ficamos por ai, as informações que vieram depois disso eram só rumores. Mas foi em meados de setembro de 2012 que a Motorola agora controlada pelo Google, lançou o RAZR i, o primeiro smartphone com processador Intel da América Latina.

Graças a assessoria de imprensa da Motorola tivemos acesso ao RAZR i e pudemos por um período usar o smartphone e diga-se de passagem, foi uma grata surpresa.

Primeiro Contato

Como citado acima, o RAZR i foi uma grata surpresa, ainda estou triste por tê-lo devolvido. Mas o importante é praticar o desprendimento não é mesmo? Daqui a pouco aparece outro smartphone surpreendente por aqui e esse sentimento muda. É verdade, você deve estar se perguntando… É isso tudo mesmo? Eu digo que sim, pelo simples fato do RAZR i ter chegado ao mercado com um preço muito, mais muito atrativo. Vou acabar com o mistério logo nas primeiras linhas. Ele é melhor que o Samsung Galaxy S2. Como assim? Bom, ele é mais barato, possui tela com melhor resolução, já vem com NFC, rodou tudo que o meu Galaxy S2 roda, a câmera é melhor, possui botão dedicado e captura 10 fotos em 1 segundo! Quer mais? Veja abaixo outros detalhes.

Interface e Android

Desde que a Google adquiriu o Motorola, parece que as coisas vem melhorando em escala geométrica. Além de trazer Android 4.0.4 ICS quase puro e esse “quase” é o que simplesmente tem agradado a todos, não tem um ponto negativo na interface, pelo menos na minha opinião. O vídeo acima ilustra melhor o conceito. Existe uma tela somente para atalhos rápidos para configuração, a função de agrupamento de aplicativos foi mantida, os ícones de configuração tiveram suas cores alteradas para fácil identificação e muito mais. Assim como os demais dispositivos da família RAZR o RAZR i também vem com as SmartActions que auxiliam o usuário a criar regras para economia de bateria, tocar uma biblioteca específica de músicas quando ligamos os fones de ouvido e muitas outras coisas.

Vale lembrar que essa versão do Android foi desenvolvida especificamente para funcionar na arquitetura X86 da Intel, uma vez que nativamente o mesmo roda em processadores ARM. Existem relatos de que alguns aplicativos e jogos não funcionaram adequadamente no RAZR i. Durante o tempo que passei com ele, instalei todos os aplicativos que utilizo na Samsung Galaxy S2 e não tive problema com nenhum deles, mas recebi a informação que o aplicativo SongPOP não funciona corretamente, apresentando erro durante a instalação. Até o fechamento deste post não tivemos a informação de que esse problema foi corrigido.

Multimídia
Sua câmera frontal passou no teste. Utilizamos o Skype para fazer vídeo chamada e não houveram distorções nem perda de quadros, a imagem é nítida (leve em consideração uma boa iluminação). A câmera traseira possui 8 megapixels com flash tipo LED, possui botão físico dedicado e consegue capturar 10 fotos em 1 segundo. Existe ainda uma função chamada HDR que dá mais nitidez as fotos. A câmera ainda grava vídeos em FullHD 1080p e o RAZR i também reproduz em FullHD 1080p. Em boas condições de iluminação a câmera capturou boas fotografias, mas em condições adversas e de pouca iluminação as fotos capturadas ficaram com muito ruído.
O RAZR i tem um áudio muito bom, principalmente quando usado com os fones de ouvido que o acompanham. Não gosto muito desse tipo de fone, prefiro os intra auriculares, mas o que vem funciona muito bem. A parte de vídeo também não faz feio, o RAZR i rodou sem engasgos vídeos com 1080p.
Jogos
Rodei alguns jogos no RAZR i e ele impressionou. Pensei que por ter processador single core ele em algum momento iria dizer: “Epa não aguento isso não!” mas isso não aconteceu. O jogo utilizado para teste que aparece no vídeo foi o Asphalt 7 que rodou sem problemas, durante o jogo o RAZR i esquentou um pouco, mas não chegou a incomodar. O Galaxy S2 esquenta mais. Os demais jogos testados foram o Dead Trigger e o Batman que também funcionaram muito bem sem engasgos. Em alguns momentos o jogo só demorou mais para carregar, mas durante o jogo propriamente dito o RAZR i deu conta do recado com louvor.
Bateria
A bateria assim como a do RAZR MAXX foi surpreendente. Com 2.000 mAh o RAZR i ficou longe da tomada por mais de 2 dias. Vale lembrar que fiz testes de gravação de vídeo, tirei várias fotos, com e sem flash, reproduzi sim e vídeos em 1080p e o wi0fi ficou ligado direto com sincronismo configurado para captar dados de 30 em 30 minutos. Na imagem pode-se ver que quando o aparelho mostra dois dias e duas horas de uso ainda restavam 27% de bateria. Marca excepcional não?
Especificações completas

  • Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich (Atualização para Jelly Beam ainda não disponível)
  • PROCESSADOR: Intel Atom 2 GHz Single Core HT
  • MEMÓRIA RAM: 1GB de RAM
  • MEMÓRIA INTERNA: 8GB de armazenamento (sendo que apenas 6GB disponíveis ao usuário)
  • EXPANSÃO: MicroSD de até 32GB
  • TELA: 4.3 polegadas Super AMOLED Advanced qHD (540 x 960 pixels) com proteção Gorilla Glass
  • Câmera Frontal VGA e câmera traseita de 8 megapixels com flash led
  • NFC, WI-FI, 3G, WI-FI Hotspot e BLUETOOTH 2.1
  • Saída Micro USB
  • Entrada para fones de ouvido
  • SENSORES: GPS, Acelerômetro, sensor de proximidade e temperatura da bateria
  • BATERIA: 2.000mAh
  • TAMANHO e PESO: 122,5 x 60,9 x 8.3 mm / 126 gramas
#FicaaDica
A tampa lateral que protege as entradas para o cartão MicroSIMCard e o cartão MicroSD poderia ser mais firme. Durante a utilização quando usamos o smartphone com a mão esquerda o polegar fica sobre essa tampa que balança causando uma impressão de fragilidade.


 

14 thoughts on “Motorola RAZR i, primeiro smartphone com processador intel inside®

      1. O Skype instalou direitinho, com o único detalhe que todos os números prá os quais eu chamo não atendem. Curiosamente, quando ligo pelo aparelho logo depois, tem gente lá prá me atender… 🙁

        1. Curiosamente Karlla nunca utilizei o skype para ligar para outro número de celular ou fixo, sempre uso o skype para falar com outro skype. Com isso nunca tive problemas. você pode até testar chamando o meu skype caso queira testar. (bgssilva). Note o seguinte, para ligações para números internacionais, fixos ou celular você deve adquirir um pacote de minutos que você paga no site do skype.

  1. Utilizei a SmartAction padrão de economia de bateria. Aquela que ativa em 25%. Existe um aplicativo que acaba com a bateria e ainda não conseguiu melhorar isso. Se você usa o TweetCaster então é ele que está acabando com sua bateria. De mais não tenho nenhuma consideração a fazer. Durante os testes a bateria realmente rendeu bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *